A prática do abandono

A pergunta que precisa ser feita, e de modo sério, é : “Se já não tivéssemos feito isso (produto, serviço, etc) e sabendo o que sabemos hoje, nós o faríamos?”. Se a resposta for negativa, é necessário decidir o que fazer.

O abandono quase sempre é a alternativa mais correta pois esses produtos/serviços, para manterem-se “vivos”, tomam tempo da empresa, ocupam as pessoas mais hábeis e produtivas de uma organização e consomem recursos que deveriam ser utilizados em projetos novos, com mais potencial de crescimento.

Faça-se essa pergunta e, se a resposta for negativa, tome uma decisão.

*adaptado do livro “Daily Drucker”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s