Empresas de sucesso, pessoas infelizes

Clemente Nóbrega

Clemente Nóbrega

Acabo de ler o livro “Empresas de sucesso, pessoas infelizes” do Clemente Nobrega. Sempre gostei muito da abordagem científica do Clemente aplicada à gestão, algo que ajuda muito desmistificar a prática da disciplina no mundo dos negócios.

Abaixo algumas das idéias/trechos mais interessantes do livro :

  • O grande problema sobre tomada de decisão não diz respeito à decisão em si, mas sim ao fato de as pessoas envolvidas considerarem o processo “justo” (transparente).
  • Apesar da grande maioria das empresas serem ineficientes no processo de gestão de pessoas elas ainda conseguem obter resultados, no entanto isso acontece a um custo humano muito alto.
  • Gestão é resultado, é fazer as coisas acontecerem, não é esforço ou boa intenção que conta.
  • O sucesso de um gestor não depende de conhecimento técnico sobre uma determinada profissão (como o dentista por exemplo) mas sim da habilidade de organizar pessoas em torno de objetivos comuns.
  • Devemos aceitar (e não lutar contra) o fato de que todos possuímos inúmeros vieses psicológicos. A gestão deve partir desse princípio e desenhar sistemas/processos que “contornem” essas falhas, e não tentar mudá-las.
  • Em gestão o que vale em qualquer circunstância é a premiação de resultados e o incentivo à produtividade, sem isso a empresa nunca será tão eficiente quanto poderia.
  • A sociedade e as tecnologias atuais estão muito distantes da realidade que moldou a evolução do ser humano moderno. O natural (de acordo com a evolução) é trabalhar pouco (economizar energia), pensar em reprodução, comer muito e dormir.
  • A qualidade da gestão é medida tanto pelo resultado alcançado, como também pela forma com que isso foi possível.
  • Um bom gestor deve ser capaz de entender o ambiente no qual a empresa está inserida e coordenar seus profissionais para adequar a empresa a esse ambiente.
  • Se futuros executivos estão passando pelas mesmas experiências que os atuais, eles estão desenvolvendo as mesmas qualidades e os mesmos defeitos. Essa é uma das maiores dificuldades na gestão de pessoas: criar experiências relevantes para o futuro.
  • O ambiente no qual o ser humano evoluiu mudava muito devagar. Não fomos “programados” para a reinvenção constante, presente na sociedade atual. A mudança como pessoas depende de nós, a mudança das empresas depende de seus líderes.
  • A disciplina da gestão é fácil de entender, porém difícil de aplicar.
  • Nada que é bom se mantém bom por inércia.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s