A estrutura molda a estratégia

*adaptado do livro “Os ciclos de vida das organizações” (Ichak Adizes)

Às vezes, quando uma organização contrata alguém para mudar a sua direção e esse profissional nada consegue porque a empresa está estruturada de maneira errada, ela o despacha de volta para a escola a fim de estudar um pouco mais.

Isso de nada adiantará, a menos que o objetivo seja deixar esse profissional ainda mais frustrado do que ele já se sente.

A estrutura molda a estratégia, e não o contrário. Se alguém deseja modificar algum comportamento, deve primeiro modificar a estrutura. Nenhuma nova estratégia pode ser implementada enquanto não houver uma nova estrutura.

Mas então, por que as pessoas agem assim? Porque é mais fácil treinar alguém e contratar um planejador estratégico para ficar sentado numa poltrona, redigindo relatórios e tendo uma úlcera. É mais fácil contratar uma empresa de consultoria por um milhão de dólares e ouvir algumas recomendações extremamente competentes do que enfrentar o sofrimento de mudar estruturalmente a organização. Não é o dinheiro que incomoda a gerência. É o tempo gasto, as guerrinhas políticas e o medo das repercussões políticas de uma mudança que a atormentam.

A estrutura afeta a estratégia porque reflete os interesses pessoais relativos de cada um; e a estrutura de interesses, por sua vez, afetará a estratégia que vai surgindo. A estrutura determina o comportamento e, se ela rejeitar o espírito empreendedor, poderá tornar-se o fator que contribui para a perda das pessoas empreendedoras.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s