Os anos de formação da empresa

Assim como as empresas seguem um ciclo de vida (nascimento, crescimento, maturidade, declínio e morte), seria possível que o desenvolvimento de habilidades e competências ao longo da vida da organização se dê da mesma forma que nos humanos e animais?

Há algum tempo venho me questionando se existem “janelas de oportunidade” onde a empresa deveria agir para desenvolver competências ou resolver problemas sob a pena de ficar impossibilitada de resolver essas questões posteriormente, ou então ficar impossibilitada de agir no futuro.

Lendo o livro “O que nos faz humanos” de Matt Ridley (Nature via nurture), me deparei com um indício de que talvez isso seja possível.

De acordo com o autor, certas habilidades como a linguagem, visão e capacidade de relacionamento social são desenvolvidos em momentos críticos, sendo que antes ou após essa “janela” a pessoa (ou animal) fica impossibilitada de desenvolve-los ou os desenvolve de forma precária.

Estaria fadada ao fracasso uma empresa que, no momento correto, não aprendeu a se comunicar com o mercado, enxergar oportunidades e ameaças, firmar uma cultura e valores ou relacionar-se com seus profissionais? Até onde vai a plasticidade de uma estrutura organizacional?

Qual sua opinião?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s