Reconhecimento e respeito

O site da revista Forbes publicou recentemente um artigo muito interessante entitulado “We must stop being recognition addicts in the workplace” (Precisamos deixar de ser viciados em reconhecimento no trabalho) sobre o qual comento aqui.

De acordo com Glenn Llopis, autor do artigo, apesar do reconhecimento ser uma coisa boa ele não é capaz de proporcionar um verdadeiro crescimento profissional. Se a pessoa fez algo tão bom quanto ou melhor que o esperado ela invariavelmente será reconhecida.

A questão para a qual ele chama a atenção é que enquanto o reconhecimento tem uma base racional (o profissional cumpriu as metas, logo, deve ser recompensado) o respeito tem origem na admiração, é algo emocional e como conseqüência tem um impacto e uma duração maior.

De fato a palavra “reconhecimento” (do latim recognoscere) significa literalmente “conhecer novamente” ou então “identificar algo que já se sabe”. A palavra “respeito” (do latim respectus) por sua vez quer dizer “ser visto/observado como digno de deferência, valor, estima”. Curiosamente “estima” (do latim aistemos) significa literalmente “aquele que cunha moedas”.

Llopis conclui que, uma vez que são os outros (e não nós mesmos) que promovem nosso trabalho e nossa imagem profissional, é imprescindível conquistar o respeito como forma de aumentar as chances de sucesso no futuro.

Ser digno de respeito não apenas é fundamental para conquistar mas também manter o êxito alcançado.

Para saber mais: artigo original da Forbes / verbete “Respeito” na enciclopédia de filosofia de Stanford.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s