A organização de faz de conta

Era uma vez uma organização…

Você conhece a rotina (se não conhece, sorte sua!): o gerente convoca uma reunião de última hora, pra ontem, sem pauta sem objetivo, sem critério, sem nada. Muito provavelmente algo não saiu do jeito que ele esperava, por isso resolver convocar a equipe para uma reunião. O problema é que nem ele sabia o que ele esperava, nada ficou definido de forma clara na última reunião, sendo assim seria absolutamente impossível atingir o esperado.

É uma reunião de faz de conta. O gerente faz de conta que não está satisfeito, faz de conta que sabe do que está falando, faz de conta que tem a razão e faz de conta que são os outros que estão errados (como sempre). Os funcionários por sua vez fazem de conta que estão escutando o que ele tem para dizer, fazem de conta que se importam e fazem de conta que cada um vai tomar uma providência para satisfazer os caprichos do chefe imaturo.

Acabada a reunião de faz de conta, todos voltarão a fazer de conta que trabalham e que estão comprometidos com a organização, enquanto que o querido patrão vai continuar fazendo de conta que sabe o que está fazendo, administrando uma organização de faz de conta.

Anúncios

2 comentários sobre “A organização de faz de conta

  1. Pingback: O gerente que não sofria de negação | Luigui Moterani : repensando o fantástico mundo dos negócios

  2. Pingback: A definição de loucura organizacional | Luigui Moterani : repensando o fantástico mundo dos negócios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s